Própolis: benefícios, usos e muito mais

Os benefícios e usos da própolis

O que é a própolis?

Você sabia que o mel não é a única coisa que as abelhas fazem? As abelhas também produzem um composto chamado própolis da seiva em árvores com folhas de agulha ou sempre-vivas. Quando eles combinam a seiva com suas próprias descargas e cera de abelha, eles criam um produto pegajoso, marrom-esverdeado usado como um revestimento para construir suas colmeias. Isso é própolis.

Milhares de anos atrás, civilizações antigas usavam a própolis por suas propriedades medicinais. Gregos usaram para tratar abscessos. Assírios colocam em feridas e tumores para combater a infecção e ajudar no processo de cura. Os egípcios usaram para embalsamar múmias.

A composição da própolis pode variar dependendo da localização das abelhas e de quais árvores e flores elas têm acesso. Por exemplo, a própolis da Europa não terá a mesma composição química que a própolis do Brasil. Isso pode dificultar que os pesquisadores cheguem a conclusões gerais sobre seus benefícios à saúde.

Compostos de cura na própolis

Pesquisadores identificaram mais de 300 compostos na própolis. A maioria desses compostos são formas de polifenóis. Os polifenóis são antioxidantes que combatem doenças e danos no corpo.

Especificamente, a própolis contém os polifenóis chamados flavonóides. Os flavonóides são produzidos em plantas como uma forma de proteção. Eles são comumente encontrados em alimentos que se acredita terem propriedades antioxidantes, incluindo:

  • frutas
  • chá verde
  • vegetais
  • vinho tinto
  • >

O que a pesquisa diz

Acredita-se que a própolis tenha propriedades antibacterianas, antivirais, antifúngicas e anti-inflamatórias. Mas a pesquisa científica sobre própolis é limitada. Os pesquisadores não sabem exatamente por quê, mas o produto apícola parece fornecer proteção contra algumas bactérias, vírus e fungos.

Feridas

A própolis possui um composto especial chamado pinocembrina, um flavonóide que atua como antifúngico. Essas propriedades antiinflamatórias e antimicrobianas tornam a própolis útil na cicatrização de feridas. Um estudo descobriu que a própolis pode ajudar pessoas que tiveram queimaduras traumáticas a se curarem mais rapidamente, acelerando o crescimento de novas células saudáveis.

Outro estudo descobriu que um extrato alcoólico de própolis tópica era mais eficaz que um creme esteróide na redução de mastócitos em feridas de cirurgia oral. Os mastócitos estão associados à inflamação e retardaram a cicatrização de feridas.

Feridas e herpes genital

As pomadas que contêm 3% de própolis, como Herstat ou Coldsore-FX, podem ajudar a acelerar o tempo de cicatrização e reduzir os sintomas do herpes genital e herpes.

Um estudo encontrado quando a própolis tópica foi aplicada três vezes ao dia, ajudou a curar o herpes labial mais rápido do que nenhum tratamento. Os pesquisadores descobriram que o creme de própolis não só reduziu a quantidade de vírus do herpes presente no corpo de uma pessoa, mas também protegeu o corpo contra as futuras erupções do herpes labial.

Câncer

Também foi sugerido que a própolis tem um papel no tratamento de certos tipos de câncer. De acordo com um estudo, alguns dos efeitos anticancerosos da substância incluem:

  • manter as células cancerígenas se multiplicando
  • reduzindo a probabilidade de as células se tornarem cancerosas
  • vias de bloqueio que impedem as células cancerosas de sinalizar entre si

O estudo também sugeriu que a própolis poderia ser uma terapia complementar – mas não um tratamento exclusivo – para o câncer. Outro estudo descobriu que tomar própolis chinesa poderia ser uma terapia complementar útil no tratamento do câncer de mama, devido aos seus efeitos antitumorais sobre as células do câncer de mama.

Preocupações quanto à segurança

Ainda não há evidências suficientes para determinar se os produtos da própolis são seguros ou não, mas eles não são considerados de alto risco. As pessoas geralmente recebem um pouco de própolis quando comem mel. No entanto, se você tem alergia a mel ou abelhas, você também terá uma reação a produtos que contenham própolis. A própolis também pode causar sua própria reação alérgica quando usada por um longo tempo.

Os apicultores são algumas das pessoas mais propensas a ter uma alergia à própolis, porque estão muito perto do complexo. A reação alérgica típica é uma erupção cutânea semelhante a um eczema. Converse com seu médico antes de adicionar própolis ao seu plano de tratamento, especialmente se você tiver alergias ou asma.

Onde obter a própolis

A própolis pode ser comprada em farmácias ou lojas de produtos naturais. Formas tópicas incluem cremes, pomadas e loções. Própolis também pode ser tomado por via oral e vem em comprimido, extrato líquido e forma de cápsula.

Atualmente, não há dose medicamente recomendada, pois são necessárias mais pesquisas. Um estudo recomenda uma concentração diária de aproximadamente 70 miligramas por dia, mas esta não é uma recomendação do FDA. Os fabricantes podem sugerir uma dose no rótulo do produto. Pergunte ao seu médico se própolis é seguro para você antes de tomar qualquer suplemento.